fbpx

Navigate / search

A Cobertura Feminina: Uma Prática Cristã Esquecida para os Tempos Modernos

David Phillip’s book “Covered Glory” is available to be read in Portuguese here. The partial translation of Jeremy Gardiner’s book “Head Covering” is available to be read below. If you’d like to help finish the translation please contact us.

por: Jeremy Gardiner | Traduzido por: Filipe Macedo Pereira

Uma Introdução a uma Doutrina Negligenciada

  1. A História da Cobertura Feminina Cristã

O respaldo bíblico para a cobertura feminina moderna

  1. Tradição Apostólica: Sustentando o que nos foi entregue
  2. Ordem de Criação: Masculinidade e Feminilidade simbolizadas
  3. Os Anjos: Considerando o Anfitrião Celestial
  4. Natureza: O que o nosso cabelo nos ensina sobre a cobertura da cabeça
  5. Prática da Igreja: A visão exclusiva das primeiras igrejas
  6. Prescritivo: Por que esta prática não é relativa à liberdade cristã?

Resumo: Um caso bíblico para a cobertura feminina moderna

Objeções contra a cobertura feminina

  1. Cabelo longo: Nossa cobertura natural como a cobertura única
  2. Cultura: Meretrizes, casamento romano e uma situação localizada
  3. Legalismo: A importância a coisas pequenas e a distração das mais importantes

Aplicação prática

  1. Que estilo de cobertura feminina deve ser usado?
  2. Onde isso deve ser praticado: Encontros da Igreja ou em todos os locais?
  3. As meninas e as mulheres solteiras devem usar cobertura na cabeça também?

Pensamentos finais

  1. Você simbolizará seu papel (mesmo que ninguém mais faça isso?)

Apêndices

Apêndice 1: The Head Covering Movement (O Movimento da Cobertura Feminina)

Apêndice 2: O Evangelho para cristãos a favor da cobertura feminina

Apêndice 3: Preciso fazer parte de uma igreja local?

Recomendações

Jeremy Gardiner desenvolveu um argumento ponderado e útil retirado da Escritura e da história da igreja para que as mulheres cubram suas cabeças no culto. Este livro merece a devida atenção de todos os que desejam obedecer à Palavra de Deus em tudo o que ela ensina.
-Joel R. Beeke, presidente do Puritan Reformed Theological Seminary.

O livro de Jeremy Gardiner aborda gentil, respeitosa e precisamente todas as perguntas que tive enquanto lidava com a passagem de 1 Coríntios 11 sobre a cobertura feminina. Aprecio sua exegese cuidadosa e completa da passagem e sua vontade de enfrentar todas as objeções atuais e visões alternativas sobre o assunto. Ele permanece fiel à sã doutrina e é sensato em sua abordagem do que é – para muitos de nós – um tópico desconhecido. Gostaria de ter tido este recurso décadas atrás e encorajaria qualquer crente a lê-lo e, em oração, considerar esta passagem para si mesmo.
-April Cassidy, autora de The Peaceful Wife: Living in Submission to Christ as Lord.

Se você está interessado em estudar o que a Bíblia ensina sobre a questão da cobertura feminina, este excelente livro servirá como um recurso útil para você. Neste livro, Jeremy fornece interações extensivas com o texto da Escritura, juntamente com considerações relevantes da história da igreja e desenvolvimentos culturais recentes no Ocidente; e essas interações são apresentadas de forma séria e humilde e amplamente acessível ao leitor mediano. As objeções são tratadas de forma reflexiva e as perguntas sobre a aplicação recebem respostas úteis. Quaisquer que sejam seus pontos de vista atuais, eu encorajo você a abordar este livro com um humilde pré-compromisso de seguir tudo o que você aprende que a Bíblia realmente ensina sobre os assuntos abordados. Se você aborda este livro com tal postura, certamente você encontrará muita ajuda de Deus nessas páginas.
-Milton Vincent, autor de A Gospel Primer for Christians e pastor da Cornerstone Fellowship Bible Church

O livro que está em suas mãos é mais importante do que você imagina. Eu cheguei ao entendimento que esta “pequena” questão da cobertura feminina cristã não é nada sem importância. Não é só a habilidade da Igreja para fazer fielmente a exegese do Texto Sagrado que está em jogo, mas, ao olhar para a cultura, vemos também a perda sistemática do que o símbolo representa. Jeremy fez um grande serviço para o Corpo de Cristo ao ajudar a ressuscitar os mandamentos do Senhor para Seu próprio culto. Que o Senhor nos perdoe por pensar que sabemos mais que Ele.
-Carlton C. McLeod, pastor da igreja Calvary Revival Chesapeake e fundador do D6 Reformation.

Jeremy Gardiner fez um bom serviço para a igreja chamando-nos de volta à obediência à Palavra de Deus que nossos pais e avós rejeitaram um século atrás. Gardiner dá uma explicação clara da ordenança bíblica, passando a tratar com precisão e bondade as muitas objeções levantadas pelos modernos.
-Tim Bayly, Ex-diretor executivo de The Council on Biblical Manhood & Womanhood e autor de Daddy Tried.

Eu comecei a usar uma cobertura na cabeça (em uma igreja que não faz uso dela) há alguns anos. Senti-me desafiada a colocar a Palavra de Deus acima da palavra do homem em toda situação, e resistir a relativizar seus ensinamentos de acordo com minha própria cultura – até mesmo a minha cultura cristã. Admiro a coragem de Jeremy Gardiner em defender todo o conselho de Deus.
-Andrée Seu Peterson, escritora da revista WORLD.

Send this to a friend