fbpx

Navigate / search

Uma Introdução a uma Doutrina Negligenciada

“É notório, em primeiro lugar, que São Paulo considera esta questão [sobre a cobertura da cabeça] como algo decisivo, e não a deixa de lado como algo trivial. Há uma maneira correta e outra errada de cultuar a Deus.” 1) H.L. Goudge, A Primeira Epístola aos Coríntios (Methuen and Co. Ltd., 1926), 97.

H.L. Goudge, Professor erudito de Divindade, Universidade de Oxford, 1923-38

 

A cobertura feminina 2) Nota do tradutor: Headcovering será traduzido como “cobertura feminina”, mas também pode ser conhecido como “cobertura da cabeça”, “véu”, “manta” ou “chapéu”.  não é uma doutrina popular. Na verdade, falar isso seria até um eufemismo. Então, por que eu escreveria um livro sobre ela? Por gostar de controvérsias? Absolutamente não. Por procurar criar divisões? O oposto. Então, o que me levaria a fazer tal coisa? A resposta curta é: porque está na Bíblia.

Veja, se “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça” (2 Timóteo 3:16), então toda a Escritura merece o tratamento devido. Além disso, este assunto em específico não apenas é mencionado na Bíblia – ele é defendido. Não há apenas um ou dois versículos obscuros, mas o tópico ocupa quinze versículos consecutivos. Podemos debater o que Paulo quis dizer, e podemos debater como isso se aplica ao século XXI, mas a única coisa que não podemos fazer é ignorar este tópico.

Dr. Daniel B. Wallace, um dos principais críticos textuais e fundador do Centro para o Estudo de Manuscritos do Novo Testamento, ensina Estudos do Novo Testamento no Dallas Theological Seminary. Dizer que este irmão conhece bem o Novo Testamento e o texto grego é pouco. Ele disse o seguinte sobre a visão da “cobertura moderna da cabeça” (posição que eu advogo), com a qual muitos poderão se identificar:

“O argumento de que uma cobertura de cabeça real está em vista e que tal prática é aplicável hoje é, em alguns aspectos, a visão mais fácil de defender exegeticamente e a mais difícil de engolir na pratica. Uma vez que nunca é seguro abandonar a consciência em relação à verdade da Escritura, eu me ative a esse ponto de vista até recentemente. Francamente, eu não gostei a princípio (é algo muito impopular hoje). Mas eu não podia, em boa consciência, desconsiderá-la”. 3) Daniel B. Wallace, “What is the Head Covering in 1 Cor 11:2–16 and Does it Apply to Us Today?” (Bible.org, 2004)

Essa é uma declaração incrivelmente honesta! Porque a cobertura feminina é um símbolo visual, é impossível escondê-lo ou retardar sua constatação. Esta é a primeira doutrina que as pessoas sabem que as mulheres acreditam quando as encontram na igreja com um véu, antes mesmo de apertarem suas mãos. Elas podem se sentir julgadas apenas por você estar usando um véu (porque elas não estão), e você quer saber se elas pensam que isto é estar presa nos anos cinquenta. Para completar, seus pastores ou aqueles mais próximos podem estar preocupados com você por estar abraçando o legalismo.

Estas são as verdadeiras lutas que as pessoas enfrentam quando estão até mesmo ponderando sobre a visão do uso da cobertura na cabeça. Então, quando o Dr. Wallace observa que a cobertura feminina é “impopular hoje”, ele tem uma percepção precisa de quão bem esta prática é recebida. Quando uma mulher usa uma cobertura na cabeça, força todos na igreja a pensarem sobre o assunto, e alguns simplesmente não estão prontos ou não desejam isso.

Daniel Wallace também diz:

“O verdadeiro perigo, como vejo, é que muitos cristãos simplesmente ignoram o que este texto diz, porque qualquer forma de obediência a ele é inconveniente”. 4) Daniel B. Wallace, “What is the Head Covering in 1 Cor 11:2–16 and Does it Apply to Us Today?” (Bible.org, 2004)

Agora, isso não quer dizer que a única razão pela qual as pessoas não abracem a cobertura feminina seja o medo. Alguns são persuadidos por outras interpretações e, se convencidos pelas Escrituras, mudariam de ideia. Espero que este seja o seu caso e que você compartilhe do meu desejo de entender corretamente tudo o que a Bíblia diz e de se submeter a ela. No entanto, estou preocupado que muitos leiam 1 Coríntios 11 e pensem: “Isso não pode significar o que eu penso que ele diz. Ninguém que eu conheço usa véu na igreja, e nós todos não podemos estar errados quanto a isso”. E, em seguida, passem rapidamente para o capítulo 12 [de 1 Coríntios], fazendo uma nota mental para examiná-lo mais tarde (o que ─ se nós formos honestos ─ raramente acontece).

Se eu acabei de descrever sua resposta, a hora é esta. Vamos nos aprofundar no texto e lutar juntos para decifrar essa passagem. Mas não se preocupe: este livro não foi escrito para estudiosos, eruditos. Eu o escrevi para o cristão “intermediário”, leigo e leiga ­­­­­­­­­­─ para você.

No próximo capítulo vou lhe dar uma visão geral da historicidade da cobertura da cabeça. Então, nos seis capítulos seguintes, vou fazer uma defesa bíblica do porque as mulheres devem usar uma cobertura da cabeça no culto. Da mesma forma, eu argumento que os homens são ordenados a manterem suas cabeças descobertas (sem chapéus) no mesmo contexto. Farei isso apontando para as cinco razões que o apóstolo Paulo apresenta em 1 Coríntios 11. Ao explicar essas razões, não darei tanta atenção a opiniões concorrentes, uma vez que esta será, em grande parte, uma apresentação positiva. Depois disso, examinaremos algumas das objeções e questões práticas mais populares. Finalmente, encerraremos o livro com uma exortação pessoal para que você abrace este símbolo, mesmo que outros não o façam.

O cerne da questão

Antes que esta introdução chegue ao fim, quero trazer uma palavra de cautela: certifique-se de que seu coração esteja preparado. Eu acho que a maioria das pessoas que lê este livro ou discorda do uso da cobertura na cabeça durante o culto, ou não sabe como lidar com esta questão. Portanto, sua guarda está, provavelmente, levantada. Eu sei, também faço isso, e não é algo ruim. Estamos sempre em uma batalha contra falsos ensinamentos e falsos mestres, por isso é bom ser cético e manter cautela, filtrando tudo através da Palavra de Deus. Apenas certifique-se de que você não irá aceitar qualquer argumento antigo contra a cobertura feminina porque você não quer que esta doutrina seja verdadeira. “O que meu marido ou esposa irá pensar?” “O que os que estão na minha igreja vão pensar?” “Como irei encontrar um cônjuge se ele /ela souber que acredito nisso?”.

O temor de homens pode ser avassalador, mas devemos temer a Deus e aos Seus mandamentos acima dos homens. Devemos nos unir ao texto da Escritura e obedecer, por mais desconfortável que seja o resultado. Portanto, se seu coração não está pronto, certifique-se de parar e buscar ao Senhor em oração antes de seguir em frente. Então, quando estiver pronto, faça uma boa leitura de 1 Coríntios 11:2-16. Por favor, leia este texto lentamente e torne-se intimamente familiarizado com ele. Este é o único capítulo da Bíblia que ordena e explica a prática da cobertura da cabeça, então você deve conhecê-lo bem para ser um bom bereano (veja Atos 17:11).

 

Leia 1 Coríntios 11:2-16

(2) De fato, eu vos louvo porque, em tudo, vos lembrais de mim e retendes as tradições assim como vo-las entreguei. (3) Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo. (4) Todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça. (5) Toda mulher, porém, que ora ou profetiza com a cabeça sem véu desonra a sua própria cabeça, porque é como se a tivesse rapada. (6) Portanto, se a mulher não usa véu, nesse caso, que rape o cabelo. Mas, se lhe é vergonhoso o tosquiar-se ou rapar-se, cumpre-lhe usar véu. (7) Porque, na verdade, o homem não deve cobrir a cabeça, por ser ele imagem e glória de Deus, mas a mulher é glória do homem. (8) Porque o homem não foi feito da mulher, e sim a mulher, do homem. (9) Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, e sim a mulher, por causa do homem. (10) Portanto, deve a mulher, por causa dos anjos, trazer véu na cabeça, como sinal de autoridade. (11) No Senhor, todavia, nem a mulher é independente do homem, nem o homem, independente da mulher. (12) Porque, como provém a mulher do homem, assim também o homem é nascido da mulher; e tudo vem de Deus. (13) Julgai entre vós mesmos: é próprio que a mulher ore a Deus sem trazer o véu? (14) Ou não vos ensina a própria natureza ser desonroso para o homem usar cabelo comprido? (15) E que, tratando-se da mulher, é para ela uma glória? Pois o cabelo lhe foi dado em lugar de mantilha. (16) Contudo, se alguém quer ser contencioso, saiba que nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.

 

Diferenças notáveis entre as traduções 5) Nota do tradutor: Como a versão original do livro é em inglês, não temos como fazer a exata comparação que o autor fez. Logo, todas as traduções em inglês da Bíblia citadas acima e ao longo do livro serão livres. Porém, se o leitor quiser, ainda sim, pode perceber que há diferenças – e até grandes – nas traduções da Bíblia em português por causa dos diferentes pressupostos dos tradutores (como há em qualquer parte do mundo), e que em algumas traduções podemos fazer o mesmo tipo de comparação. Recomendamos o exame do texto de 1 Coríntios 11 em várias traduções da Bíblia para o português.

Para ajudá-lo em seu estudo, gostaria de apresentar as diferenças de tradução mais significativas entre a New American Standard Bible e outras grandes versões em inglês.

Versículo 2: A versão King James traduz as “tradições” como “ordenanças”.

Por que isso é importante? Alguns sugerem que as “tradições” são as tradições dos homens. “Ordenanças” comunicam mais claramente que elas vêm de Deus. Consulte o capítulo 2 para obter mais informações.

Versículo 3: A versão English Standard traduz “homem / mulher” como “marido / esposa”. Eles continuam usando “esposa” em todos os versos relacionados a mulheres que cobrem suas cabeças neste capítulo. Por que isso é importante? Alguns acreditam que a cobertura da cabeça é apenas para aquelas que são casadas. Usando termos de casamento em vez de palavras genéricas, a ESV apoia essa visão em sua tradução. Consulte o capítulo 13 para obter mais informações.

Versículo 6: Ao invés de dizer: “se uma mulher não cobre sua cabeça, ela deve ter seus cabelos “cortados””, a versão ESV diz “cortado curto”. Por que isso é importante? O versículo 6 é uma passagem chave que mostra um problema com a visão de que o cabelo longo de uma mulher é a única cobertura que ela precisa. A tradução do ESV de “cutshort” (cortado curto) ajuda a mostrar o problema exegético com mais clareza. Consulte o capítulo 8 para obter mais informações.

Versículo 16: A ESV, a KJV e a NKJV dizem que não temos “tal prática” ao invés de “nenhuma outra prática”. Por que isso é importante? Alguns sugerem que este versículo indica que a cobertura feminina não era a prática da igreja.

Outros apontam para este versículo para mostrar que todas as igrejas praticavam a cobertura feminina. Consulte o capítulo 6 para obter mais informações.

References

1.
 H.L. Goudge, A Primeira Epístola aos Coríntios (Methuen and Co. Ltd., 1926), 97.
2.
 Nota do tradutor: Headcovering será traduzido como “cobertura feminina”, mas também pode ser conhecido como “cobertura da cabeça”, “véu”, “manta” ou “chapéu”.
5.
 Nota do tradutor: Como a versão original do livro é em inglês, não temos como fazer a exata comparação que o autor fez. Logo, todas as traduções em inglês da Bíblia citadas acima e ao longo do livro serão livres. Porém, se o leitor quiser, ainda sim, pode perceber que há diferenças – e até grandes – nas traduções da Bíblia em português por causa dos diferentes pressupostos dos tradutores (como há em qualquer parte do mundo), e que em algumas traduções podemos fazer o mesmo tipo de comparação. Recomendamos o exame do texto de 1 Coríntios 11 em várias traduções da Bíblia para o português.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website

Send this to a friend